Inicial » Informações Técnicas » Telefonia Fixa » Índice de Serviços de Telecomunicações - IST  

Índice de Serviços de Telecomunicações - IST

O Índice de Serviços de Telecomunicações (IST) é um índice composto por uma combinação de outros índices existentes na economia com o objetivo de atualizar valores associados à prestação dos serviços de telecomunicações, especialmente tarifas da telefonia pública, refletindo as reais variações de despesas das prestadoras da melhor forma possível.

Entre os seus principais formadores estão o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com 47,6%, e o Índice de Preços por Atacado - Oferta Global/Máquinas e Equipamentos (IPA-OG/Máquinas), com 32,46%. A seleção dos índices que compõem o IST foi realizada em um trabalho conjunto entre a Anatel e a Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por convênio firmado em 14 de outubro.

O IST, que foi normatizado inicialmente pela Resolução nº 420 e revisado pela Resolução n° 532 de 03/08/2009, é composto por 9 índices de preços existentes, cada um alocado com a natureza da despesa da prestadora. Em resumo, ele é composto por 55,60% de índices de varejo e 44,40% de índices de atacado.

Como o IST é calculado

O IST é um índice aplicado aos serviços de telecomunicações em geral, sendo composto por uma cesta de outros índices públicos da economia brasileira. Dessa forma, como explicado anteriormente, o IST é calculado a partir da multiplicação da ponderação das despesas do conjunto de empresas observadas (ver tabela de ponderações) pelos índices de preços associados (ver tabela de associação de índices).

Como exemplo, podemos supor a presença de 2 despesas; pessoal e material com peso igual a 50% para cada uma. Suponhamos que os índices de preços associados às rubricas acima sejam o IPCA para pessoal e o IGP-DI para material. Daí, multiplicamos o peso da despesa pelo número índice correspondente ao índice de preço associado. Suponhamos que para o IPCA e IGP-DI no mês de Janeiro de 2010 tenhamos os números-índices 270,10 e 300,25, respectivamente. Portanto, o cálculo a ser feito é o seguinte:

Cálculo 1

que resulta em:

Cálculo 2

Para se chegar às variações percentuais do IST, que fornecem as medidas de variação de preços, primeiramente calculam-se os números-índices conforme acima. Números-índices são valores adimensionais, isto é, sem unidade de medida, que expressam a variação de uma determinada grandeza (preços, quantidades, volumes, etc) entre duas datas. O IST mede as variações de preços de um conjunto fixo de itens, ao qual denominamos despesas de referências, entre uma data base e outra data qualquer.

A data de referência inicial para a construção do IST é janeiro de 2004. Nesse mês, todos os índices valem 100. No mês de janeiro de 2010, por exemplo, o número-índice do IST seria de 285,175. Isto significa que a inflação acumulada apurada para os serviços de telecomunicações seria de 185,175%, entre janeiro de 2004 e janeiro de 2010. A taxa de variação é calculada da seguinte forma:

Cálculo 3

em números teremos:

Cálculo 4

Nota Técnica - Vetor de Ponderação da Estrutura de Despesas de Referência

Valores e Variações Mensais

Acesso aos valores do IST (Melhor visualizado com o programa Internet Explorer)

Metodologia de arrendondamento

Informamos que o cálculo do IST passou a padronizar sua forma de arredondamento e truncamento, tendo em vista a necessidade de homogeneização dos valores decimais calculados. Assim, o vetor de ponderação permanece conforme definição da resolução nº 425/2005, alterado pelo Ato 2713/2008 de 08/05/2008, e os processos de cálculo subseqüentes deverão ser arredondados na 5º (quinta) casa decimal, sendo que o valor final do número-índice deve ser truncado na 3º (terceira) casa decimal após a vírgula.

Como extrair informações do sistema

O sistema de cálculo do IST, que é integralmente informatizado, apresenta uma interface pública de visualização para os resultados obtidos. É possível a visualização de 3 gráficos relativos ao índice, mais uma tabela de valores contendo as informações disponíveis nos gráficos citados. Em relação à tabela, para sua visualização, basta clicar sobre o ícone "Tabela de Valores do IST" contido no canto direito do menu, conforme figura 1 abaixo:

Figura 1: Tabela de Valores do IST

Tabela de Valores do IST

Na tabela é possível verificar a data de referência dos valores (mês e ano), a variação percentual mensal e variação percentual acumulada, obtidas a TExto 2partir da expressão , explicada no tópico do site intitulado de "Como o IST é calculado". A variação percentual mensal fornece quanto, em média, o IST variou em relação ao mês anterior. Já o valor do IST expresso como um número-índice, valor visto na última coluna da direita, simplesmente mede um valor adimensional, isto é, sem unidade de medida, que expressa a variação de uma determinada grandeza (preços, quantidades, etc) entre duas datas.

Os gráficos gerados são fruto dos valores disponíveis na tabela acima, existindo 3 opções de visualização; o "Acumulado do IST" esboça um gráfico de linhas com a variação percentual acumulada do IST; o gráfico relativo ao "Mensal do IST" com ícone de gráfico em barras apresenta a variação percentual mensal do IST em um gráfico de barras, e o ícone "Mensal do IST", apesar do mesmo título, contem os mesmos dados do gráfico em barras, mas é apresentado em um gráfico de linhas, para uma interpretação integrada.

É possível também gerar a tabela acima no formato excel (.xls), clicando no ícone no canto inferior direito da tela, conforme figura 2 abaixo:

Figura do sistema

Índices de Preços utilizados para cálculo do IST:

  • Índices de preços associados
  • IPCA - Índice de Preços ao Consumidor Amplo é utilizado pelo Banco Central do Brasil no acompanhamento do Sistema de Metas de Inflação. IPCA- Subgrupo: Energia Elétrica mensura as variações de preços do da energia elétrica residencial. IPCA- Subgrupo: Correios mensura as variações de preços de produtos de postagem e correios.
  • INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor é calculado a partir de uma amostra populacional composta de famílias com renda mensal variando entre 1 e 8 salários mínimos.
  • SINAPI - Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil é produzido em parceria com a CAIXA e tem por objetivo a geração de séries mensais dos fatores de produção aplicados à construção civil, tais como o preço dos materiais, salários, custo dos projetos de construção em geral, etc.
  • IGP-DI - Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna é um índice de preço que visa a constituir um deflator implícito do PIB, sendo calculado pela Fundação Getúlio Vargas.
  • IPA-OG - Máquinas e Equipamentos é calculado pela Fundação Getúlio Vargas e mede a variação de preços, no atacado, dos insumos componentes de máquinas e equipamentos voltados para a indústria de transformação, como motores, bombas, compressores, entre outros.
  • IGP-M - Índice Geral de Preços - Mercado é similar ao IGP-DI, sendo o período de coleta distinto. É bastante utilizado pelo setor financeiro brasileiro..
  • IPA-OG - Artigos de Borracha e de Material Plástico - Este indicador mede a variação de preços, no atacado, dos insumos componentes de artigos de borracha e de material plásticos, como pneus para automóveis, ônibus e caminhões, laminados, embalagens, entre outros.

Cronograma de Divulgação do IST

Norma IST

Estrutura de Ponderação

Dúvidas sobre o IST acesso o Fale Conosco.

Links Relacionados

Acesso aos valores do IST (melhor visualizado com o programa Internet Explorer)