Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Estações Terrenas nas venues Rio2016
Início do conteúdo da página

Estações Terrenas nas venues Rio 2016

Publicado: Quinta, 09 de Junho de 2016, 10h30 | Última atualização em Terça, 21 de Junho de 2016, 10h31

Se você é detentor de direito de transmissão dos Jogos Rio 2016, ou entidade que irá operar estações terrenas transmissoras a satélites geoestacionários (Bandas C, Ku e/ou Ka) durante o evento, é mandatório que sua estação esteja previamente autorizada, portando licença para uso temporário do espectro emitida pela Anatel.

Não deixe de consultar o Guia para gestão do espectro em Games Time  e o Boletim Informativo de Espectro – 09/2016, que apresentam detalhes sobre licenças de espectro e teste e etiquetagem

As informações provenientes do processo de autorização para uso temporário do espectro são fundamentais para as atividades de radiomonitoração de satélites a serem realizadas pela Agência. Se necessário, também podem subsidiar eventuais ações de mitigação de interferências.

Autorização

Dentro de todos os locais de competição, a fim de viabilizar uma maior proteção contra radiointerferências, mesmo para aquelas estações terrenas que já possuam licenças da Anatel para uso ocasional de satélites, tais como SNGs e Flyaways (ex: Serviço Limitado Privado por Satélites), deverão ser solicitadas autorizações para uso temporário do espectro, sendo necessária a obtenção de licença específica de uso temporário por estação terrena nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Saiba mais sobre solicitação de espectro nos jogos pelo Boletim Informativo de Espectro - 06/2015 (Guia para Solicitação de Espectro – Rio2016)

Teste e Etiquetagem de estações terrenas

Após obter a licença da Anatel, é necessário enviar o pedido do teste e etiquetagem do seu uplink. Você poderá encaminhar a proposta de agendamento para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., de acordo com os procedimentos descritos no Boletim Informativo de Espectro – 08/2016 (Procedimentos de Agendamento de Testes e Etiquetagem no Rio2016)

Envie sua proposta de agendamento para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

Para os casos específicos de procedimentos de Teste e Etiquetagem de Estações Terrenas transmitindo a satélites geoestacionários (bandas C,Ku ou Ka), é altamente recomendado que a solicitação de licença para uso temporário de espectro seja feita o mais rápido possível, visando permitir a operação da estação no evento, e um melhor planejamento do cronograma de teste e etiquetagem.

A partir de 22/07/2016, Agentes de Fiscalização do Espectro da Anatel visitarão cada site de estação terrena nas Venues Rio2016, como o Satellite Farm, os Broadcast Compounds e os estacionamentos de SNGs. As visitas almejam a verificação de conformidade de operação das estações terrenas em relação à licença de uso temporário do espectro para os jogos, bem como permitir a realização dos procedimentos de teste e etiquetagem (T&E). Também servirão para coleta de detalhes técnicos de cada estação terrena, a fim de facilitar operações de radiomonitoração pela Anatel, incluindo eventuais suportes a tratamento de radiointerferências.

A fim de otimizar o processo de teste e etiquetagem, a Anatel requer que todos os operadores de estações terrenas mantenham a documentação da licença (exemplo: Ato de Autorização, licença da estação) próximos ao equipamento durante todo o período do evento, e apresentem à equipe da Anatel sempre que solicitado.

Saiba mais

Guia para gestão do espectro em Games Time (Junho 2016)
Boletim Informativo de Espectro – 09/2016 – Perguntas Frequentes 3 - Esclarecimentos para processo de coordenação de frequências (Junho 2016)
Boletim Informativo de Espectro – 08/2016 – Procedimentos de Agendamento de Testes e Etiquetagem no Rio2016 (Março 2016)
Boletim Informativo de Espectro - 06/2015 – Guia para solicitação de espectro Rio2016 (Abril 2015)
Plano de Controle do Espectro para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio2016 (Outubro 2014)
Todos os documentos de espectro nos jogos Rio 2016

 

Fim do conteúdo da página