Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Etapas

Publicado: Sexta, 02 de Outubro de 2015, 16h59 | Última atualização em Sexta, 28 de Julho de 2017, 11h35 | Acessos: 2774

Consulte informações sobre as etapas do planejamento estratégico da Anatel que possibilitaram a estruturação do Plano Estratégico 2015-2024 e sua posterior execução.

Benchmarking, visitas técnicas e sensibilização

Os esforços ligados ao planejamento estratégico foram iniciados logo após a reestruturação da Anatel, em maio de 2013, com a realização de benchmarking e visitas técnicas a outros órgãos públicos para conhecimento de métodos de planejamento; e organização de workshops para apresentação do tema ao corpo funcional da Agência, com o intuito de conscientizar os servidores e prepará-los para as mudanças culturais que estavam por vir.

Diagnóstico interno

De dezembro de 2013 a março de 2014, foram recebidas, por meio de sistema específico, contribuições dos servidores para a elaboração do diagnóstico interno.

Durante esse período, também ocorreram reuniões com representantes de todas as áreas para discussão dos problemas enfrentados e dos pontos fortes de cada unidade organizacional da Anatel. Além dos representantes de cada área, todos os servidores da sede e das unidades descentralizadas foram convidados a participar.

Esta fase teve como propósito conhecer melhor a realidade da Agência após o processo de reestruturação.

Diagnóstico externo

As atividades do diagnóstico externo tiveram início em abril de 2014. Esta etapa consistiu em identificar os fatores externos presentes no ambiente em que a Anatel está inserida e que poderão ter algum impacto em suas ações.

Para isso, os servidores da Anatel identificaram as variáveis externas e os atores que influenciam a atuação da Agência e inseriram essas informações em sistema específico.

As variáveis externas são fenômenos e/ou circunstâncias presentes no ambiente que podem, de alguma forma, influenciar favorável ou desfavoravelmente os objetivos de resultados da organização. Por sua vez, atores externos são indivíduos e/ou instituições presentes no ambiente que podem, por sua atuação, influenciar favorável ou desfavoravelmente esses mesmos objetivos.

Geração de cenários prospectivos

De maio a agosto de 2014, foram feitas a análise da probabilidade de ocorrência dos eventos futuros mais relevantes para o mercado de telecomunicações e a construção dos cenários de atuação da Agência nos próximos dez anos. Conhecendo tais cenários, foi possível estabelecer elementos norteadores para a definição das ações estratégicas.

As seguintes atividades fizeram parte dessa etapa:

  • Reuniões com os seis diferentes grupos de atores que acompanham ou estão inseridos no setor de telecomunicações - consumidores, órgãos de governo, especialistas, indústria, poder legislativo e prestadoras - para obter dos participantes percepções quanto às questões estratégicas do setor que poderão oferecer maior impacto e aprimorar a reflexão sobre as variáveis externas que podem influenciar favorável ou desfavoravelmente os objetivos a serem alcançados pela Anatel;
  • Consulta, por meio de questionário, a especialistas e sociedade em geral sobre a probabilidade de ocorrência de eventos futuros considerando o horizonte temporal de 2015 a 2024. As questões apresentadas - referentes a temas como desempenho e estrutura do setor de telecomunicações, relações com o consumidor, desenvolvimento da economia, legislação setorial e extrassetorial, regulação, segurança e defesa cibernética, relações internacionais e tecnologia - foram elaboradas a partir das variáveis externas discutidas nas reuniões com os grupos de atores. A consulta teve como objetivo verificar a convergência obtida nas respostas para a projeção de tendências (Técnica Delphi);
  • Construção dos cenários: cenário futuro mais provável para o setor (considerando o resultado da pesquisa Delphi); cenário futuro ideal; cenário futuro de prosseguimento da tendência; e cenário alvo buscado pela Agência, tendo em vista a possibilidade de negociação entre os diversos atores do setor.Esta etapa teve início em julho de 2014, com a definição de medidas para os pontos fracos e fortes identificados no diagnóstico interno. O objetivo foi buscar soluções para os problemas apresentados, bem como estabelecer ações que deverão manter ou aprimorar as boas práticas da Agência. Tal atividade foi realizada pelo grupo de trabalho do planejamento estratégico - formado por servidores de todas as unidades organizacionais - em diálogo com suas respectivas áreas e chefias.

Proposição de medidas

Esta etapa teve início em julho de 2014, com a definição de medidas para os pontos fracos e fortes identificados no diagnóstico interno. O objetivo foi buscar soluções para os problemas apresentados, bem como estabelecer ações que deverão manter ou aprimorar as boas práticas da Agência. Tal atividade foi realizada pelo grupo de trabalho do planejamento estratégico - formado por servidores de todas as unidades organizacionais - em diálogo com suas respectivas áreas e chefias.

Durante essa fase, em agosto de 2014, também foram estabelecidas as medidas estratégicas necessárias para a atuação pró-ativa da Anatel diante dos cenários futuros previstos.

Formulação da estratégia

Esta etapa foi realizada entre os meses de setembro e dezembro de 2014 e incluiu as seguintes atividades:

  • Definição da nova identidade institucional (missão, visão e valores);
  • Definição de:
    1. Objetivos Estratégicos;
    2. Estratégias, derivadas dos Objetivos Estratégicos;
  • Elaboração do mapa estratégico, representação visual da estratégia da Agência que apresenta a missão, a visão de futuro e os objetivos estratégicos associados às perspectivas:
    1. de resultados que devem ser entregues à sociedade;
    2. de processos ;
    3. de pessoas e conhecimento;
    4. financeira ;
  • Análise de mais de 3.000 medidas propostas na etapa anterior e registradas no sistema da Brainstorming, relacionadas às ações necessárias para atuação da Agência diante dos cenários futuros;
  • Agrupamento das medidas de acordo com os objetivos, estratégias e iniciativas; e
  • Formulação do Plano Estratégico da Anatel para o período de 2015 a 2024.

Publicação do Plano Estratégico 

Esta etapa foi realizada em dezembro de 2014 e consistiu nos trâmites e debates internos que culminaram na publicação do Plano Estratégico da Anatel, aprovado pela Portaria nº 174, de 11 de fevereiro de 2015, que também implantou o Grupo de Implantação e Acompanhamento do Planejamento Estratégico (GIAPE). O GIAPE acompanhará a execução do Plano Estratégico.

Processo seletivo para composição de Escritório de Projetos e Processos (EPP)

Com o objetivo de formar equipe dedicada ao acompanhamento e apoio da execução da estratégia, foi realizada seleção para o preenchimento de quatro vagas na Gerência de Planejamento Estratégico (PRPE), vinculada à Superintendência de Planejamento e Regulamentação da Anatel. Os servidores selecionados no processo seletivo, amplamente divulgado internamente, iniciaram suas atividades no mês de maio de 2015.

Escolha de Consultoria

A contratação de serviços de consultoria para a execução do Plano Estratégico foi viabilizada com recursos da União Internacional de Telecomunicações (UIT). O processo, iniciado em janeiro de 2015, envolveu etapas que consistiram na concepção e elaboração do termo de referência, análise de propostas de sete consórcios que participaram da concorrência e tratativas para formalização do contrato, assinado no mês de setembro de 2015.

Priorização de Iniciativas para o biênio 2015/2016

No intuito de facilitar a concepção de projetos estratégicos, os objetivos definidos no Plano Estratégico foram desdobrados em iniciativas estratégicas. Após reuniões de priorização, as iniciativas deram origem aos projetos estratégicos a terem sua execução iniciada no biênio 2015/2016. Os 29 projetos concebidos foram organizados em sete programas temáticos. Cada programa é supervisionado por um Gestor de Programa, enquanto os projetos são executados por um Gerente de Projeto.

Oficinas de Planejamento de Projetos

Após a definição de quais projetos seriam executados prioritariamente, a Gerência de Planejamento Estratégico promoveu oficinas com gerentes de projetos e gestores de programa, que tinham como objetivos:

  • Promover nivelamento conceitual acerca de planejamento estratégico e execução de projetos, focando nos desafios relacionados ao Plano Estratégico da Anatel;
  • Iniciar o planejamento dos projetos definidos, cobrindo as áreas de conhecimento do Project Management Body of Knowledge  (PMBOK), que apresenta um conjunto de práticas na gestão de projetos;
  • Definir primeira versão da Estrutura Analítica de Projetos (EAP);
  • Iniciar a definição das equipes de execução dos projetos estratégicos.

Ao final das oficinas, foram planejados 29 projetos. Os trabalhos envolveram mais de 100 servidores e 8 superintendentes da Agência.

Publicação do Plano Operacional 2015/2016

O Plano Operacional 2015/2016 publicou oficialmente os 29 projetos a serem acompanhados no referido biênio. Adicionalmente, foram elencados 17 indicadores para serem acompanhados no âmbito da execução da estratégia da Anatel. O Plano Operacional foi aprovado pela Portaria nº 700, de 18 de agosto de 2015.