Inicial » Mais notícias » TV por Assinatura cresce 2,96% em agosto  

Mais notícias

TV por Assinatura cresce 2,96% em agosto
26 de September de 2011

Serviço ganhou quase 1,9 milhão de novos assinantes em oito meses

Com 334,6 mil novos assinantes, o Brasil chegou a agosto de 2011 com 11,6 milhões de domicílios atendidos com TV por Assinatura. Nos oito meses de 2011, foram quase de 1,9 milhão de novos assinantes, o que representa um crescimento de mais de 19%.

O crescimento observado em agosto representa uma evolução de 2,96% em relação à base de assinantes do mês de julho. Esse é o maior crescimento em no mês de agosto nos últimos 5 anos.

Considerando-se o número médio de pessoas por domicílio divulgado pelo IBGE (3,3 pessoas)¹, os Serviços de TV por Assinatura alcançaram mais de 38,3 milhões de brasileiros. A tabela abaixo demonstra as adições líquidas nos oito meses de 2011 e no mês de agosto:

Ano Total de Assinantes De janeiro a dezembro Crescimento anual (%) Crescimento
absoluto no mês de agosto
Crescimento percentual no mês de agosto
2006 4.583.125 406.767 9,70% 35.953 0,89%
2007 5.348.571 765.446 16,70% 75.456 1,50%
2008 6.320.852 972.281 18,18% 103.570 1,75%
2009 7.473.476 1.152.624 18,24% 103.598 1,50%
2010 9.768.993 2.295.517 30,72% 248.879 2,89%
agosto de 2011 11.630.108 - - 334.596 2,96%

Os serviços de TV por Assinatura são prestados através de sinais codificados por diferentes tecnologias: por meios físicos (Cabo - TVC), por microondas (Distribuição de Sinais Multiponto Multicanais - MMDS) e por satélite (Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura via Satélite - DTH).

Em agosto de 2011, os serviços prestados via satélite cresceram 5,0%, contra um crescimento de 2,6% registrado no mês anterior. O número de assinantes que recebe os serviços via cabo cresceu quase 1,0% em agosto, desempenho superior ao crescimento de 0,9% registrado em julho. As prestadoras de MMDS, por sua vez, perderam 2,0% de sua base de assinantes no mesmo período.²

Crescimento percentual de TV por Assinatura, por tecnologia

Como consequência da contínua expansão do DTH, houve nova ampliação da participação dos serviços prestados via satélite no mercado de TV por Assinatura em agosto deste ano. A participação do DTH atingiu 52,0% da base e a participação dos serviços a cabo representam 45,7% dos assinantes. No final de 2010, no mês de dezembro, os serviços DTH representavam 45,8% do mercado nacional e os serviços prestados via cabo possuíam 51% de market share, conforme divulgado naquele mês.

Participação de cada tecnologia no setor de TV por Assinatura

Penetração dos Serviços de TV por Assinatura

Em agosto de 2011, os serviços de TV por Assinatura estavam presentes em 19,4 de cada 100 domicílios no país, de acordo com estimativas da Agência, a partir das informações de número de domicílios divulgadas pelo IBGE ³. A Região Sudeste apresentou densidade de 28,5% de domicílios com TV por Assinatura.

Densidade dos serviços de TV por Assinatura, por região

Entre as Unidades da Federação, destacam-se o Distrito Federal e os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Amazonas, por terem registrado desempenho acima da média nacional quanto à densidade dos serviços de TV por Assinatura.

Densidade dos serviços de TV por Assinatura, por Unidade da Federação

Seguindo a tendência observada ao longo de 2010, as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste cresceram acima da média nacional nos últimos 12 meses. As regiões Sul e Sudeste apresentaram crescimento inferior à média nacional.

Região agosto de 2010 agosto de 2011 Crescimento percentual
Nordeste 818.667 1.270.173 55,2%
Norte 302.020 438.434 45,2%
Centro-oeste 525.544 701.359 33,5%
Sudeste 5.826.005 7.523.188 29,1%
Sul 1.376.832 1.696.954 23,3%
Brasil 8.849.068 11.630.108 31,4%
UF agosto de 2010 agosto de 2011 Crescimento percentual
Piauí 22.170 38.968 75,77%
Bahia 223.269 387.499 73,56%
Pará 80.039 135.527 69,33%
Ceará 127.432 208.601 63,70%
Tocantins 12.019 19.669 63,65%
Mato Grosso 57.344 90.302 57,47%
Rondônia 26.579 41.849 57,45%
Pernambuco 122.089 192.169 57,40%
Acre 9.896 15.353 55,14%
Maranhão 65.572 98.443 50,13%
Mato Grosso do Sul 69.073 101.255 46,59%
Paraíba 63.521 89.925 41,57%
Sergipe 38.478 54.024 40,40%
Roraima 14.113 19.327 36,94%
Espírito Santo 118.594 159.119 34,17%
Rio Grande do Norte 91.002 121.230 33,22%
Amapá 20.467 26.904 31,45%
Goiás 167.295 219.898 31,44%
São Paulo 3.594.318 4.705.794 30,92%
Amazonas 138.907 179.805 29,44%
Santa Catarina 324.156 412.187 27,16%
Rio de Janeiro 1.337.981 1.688.859 26,22%
Minas Gerais 775.112 969.416 25,07%
Distrito Federal 231.832 289.904 25,05%
Rio Grande do Sul 621.265 765.318 23,19%
Alagoas 65.134 79.314 21,77%
Paraná 431.411 519.449 20,41%

A consolidação dos números mensais dos serviços de TV por Assinatura está disponível no portal da Anatel, na visão "Anatel Dados". O "Panorama dos Serviços de TV por Assinatura" - com a relação de prestadoras, áreas de prestação e municípios cobertos - também está disponível no mesmo caminho e é atualizado trimestralmente.

Mapa de TV por Assinatura

Em complemento às informações setoriais de TV por Assinatura divulgadas mensalmente, a Anatel disponibiliza na internet o Mapa de TV por Assinatura, uma ferramenta do Sistema de Acompanhamento das Obrigações das Prestadoras de TV por Assinatura (Satva). Para acessar o Mapa, basta navegar pelo portal da Anatel, dentro da aba "Anatel Dados".

¹ O número médio de 3,3 pessoas por domicílio no Brasil é informado pelo IBGE na Síntese de Indicadores Sociais - 2010 - Tabela 3.1, disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/condicaodevida/indicadoresminimos/sinteseindicsociais2010/SIS_2010.pdf
² Não foram considerados o Serviço Especial de Televisão por Assinatura (TVA - UHF).
³ O indicador "Densidade dos serviços de TV por Assinatura" é a relação percentual entre o número de assinantes e o número de domicílios estimado a partir dos dados publicados pelo IBGE, em sua Síntese de Indicadores Sociais.