Inicial » Mais notícias » Brasil fecha 2011 com recorde de habilitações na telefonia móvel  

Mais notícias

Brasil fecha 2011 com recorde de habilitações na telefonia móvel
16 de January de 2012

Em 2011, telefonia móvel ganhou 39,3 milhões de novos acessos em serviço
Vinte e seis unidades da federação possuem mais de um acesso em serviço por habitante.

O Brasil fechou 2011 com mais de 242,2 milhões de acessos na telefonia móvel. No ano, o Serviço Móvel Pessoal (SMP) registrou 39,3 milhões de novas habilitações (crescimento de 19,36%) e teledensidade de 123,87 acessos por 100 habitantes (crescimento de 18,33%).

O número absoluto de novas habilitações é o maior dos últimos doze anos (veja tabela abaixo).

Número de habilitações
Ano Habilitações Crescimento (%)
2000 8.155.473 54,25%
2001 5.557.598 23,97%
2002 6.135.195 21,34%
2003 11.492.302 32,95%
2004 19.232.311 41,47%
2005 20.604.759 31,41%
2006 13.708.285 15,90%
2007 21.061.482 21,08%
2008 29.661.300 24,52%
2009 23.317.965 15,48%
2010 28.984.665 16,66%
2011 39.287.470 19,36%

Em dezembro, foram mais de 6,1 milhões de habilitações (crescimento de 2,6% em relação a novembro). É o mês com o maior número de habilitações, superando os meses de dezembro de 2010 (5,4 milhões), de 2007 (4,7 milhões) e de 2005 (4,4 milhões).

Número de habilitações em dezembro
Ano Habilitações Crescimento (%)
2000 1.592.223 7,37
2001 938.986 3,38
2002 1.609.061 4,84
2003 3.362.635 7,82
2004 4.416.843 7,22
2005 3.858.692 4,69
2006 2.586.842 2,66
2007 4.666.276 4,01
2008 3.589.006 2,44
2009 4.205.459 2,48
2010 5.410.047 2,74
2011 6.147.888 2,60

A consolidação dos números mensais do serviço móvel está disponível na aba "Anatel Dados". Por meio dos diferentes relatórios disponíveis, o usuário poderá realizar pesquisas e cruzamentos conforme seu interesse.

Teledensidade por Unidades da Federação

Em dezembro de 2011, a teledensidade avançou 2,53% (subiu de 120,81, em novembro, para 123,87, em dezembro). Em comparação a 2010 (índice de 104,68), o crescimento foi de 18,33%.

Ao longo do ano, mais dez Estados (Sergipe, Acre, Amazonas, Ceará, Paraíba, Roraima, Alagoas, Bahia, Pará e Piauí) ultrapassaram o índice de um acesso em serviço por habitante e se juntaram as outras 16 Unidades da Federação que já haviam alcançado essa marca. Também em 2011, o Distrito Federal ultrapassou o índice de dois acessos móveis em serviço por habitante.

Acompanhe no quadro abaixo a teledensidade do SMP nas 27 Unidades da Federação e nas cinco regiões do País.

Teledensidade por Unidade da Federação
  Número de acessos em operação Densidade (acessos por 100 habitantes)
Brasil 242.231.503 123,87
Distrito Federal 5.652.396 212,27
Goiás 8.141.365 133,1
Mato Grosso 4.004.241 126,94
Mato Grosso do Sul 3.449.523 140,54
Total da Região Centro-Oeste 21.247.525 147,67
Alagoas 3.451.308 105,51
Bahia 15.857.031 105,89
Ceará 9.340.320 106,56
Maranhão 5.313.540 80,39
Paraíba 4.229.733 108,73
Pernambuco 10.917.240 121,68
Piauí 3.328.674 102,33
Rio Grande do Norte 4.029.718 123,65
Sergipe 2.473.194 117,85
Total da Região Nordeste 58.940.758 106,98
Acre 813.950 111,77
Amapá 844.097 126,16
Amazonas 3.920.371 109,81
Pará 7.915.251 102,75
Rondônia 2.054.026 132,05
Roraima 480.078 106,87
Tocantins 1.637.681 121,97
Total da Região Norte 17.665.454 110,28
Espírito Santo 4.305.908 121,46
Minas Gerais 23.803.574 116,3
Rio de Janeiro 21.713.099 135,39
São Paulo 59.551.428 142,55
Total da Região Sudeste 109.374.009 133,67
Paraná 13.188.743 121,06
Rio Grande do Sul 14.116.397 127,96
Santa Catarina 7.698.617 122,22
Total da Região Sul 35.003.757 124,02

Acompanhe nos quadros abaixo os Estados com maior crescimento no indicador, que é utilizado internacionalmente para demonstrar o número de acessos em serviço em cada grupo de 100 habitantes.

Unidades da Federação com maior crescimento da teledensidade
Unidade da Federação (Teledensidade) Crescimento em dezembro (%) Unidade da Federação (Teledensidade) Crescimento no ano (%)
Piauí (102,33) 4,20 Maranhão (80,39) 32,18
Acre (111,77) 3,73 Piauí (102,33) 27,66
Amapá (126,16) 3,65 Pará (102,75) 27,02
Ceará (106,56) 3,42 Amapá (126,16) 26,05
Rio Grande do Norte (123,65) 3,39 Bahia (105,89) 25,18

Acompanhe abaixo a evolução da teledensidade nas regiões.

Teledensidade por Região
Teledensidade por Região
Região Crescimento em dezembro (%) Crescimento no ano (%)
Nordeste (106,98) 2,88 22,28
Centro-Oeste (147,67) 2,77 18,63
Sudeste (133,67 2,50 16,66
Norte (110,28) 2,22 23,77
Sul (124,02) 2,09 14,57

Distribuição dos acessos por Unidade da Federação, Região e modalidade de cobrança

Em 2011, do total de acessos em operação no país, 191,2 milhões eram pré-pagos (81,81%) e 44 milhões pós-pagos (18,19%). No ano anterior (2010), havia 167,1 milhões de acessos pré-pagos (82,34%) e 35,8 milhões pós-pagos (17,66%).

Quantidade de Acessos/Plano de Serviço/Unidade da Federação
Brasil Pré-Pago Percentual (%) Pós-Pago Percentual (%) Total
Região Nordeste 52.993.386 89,91 5.947.372 10,09 58.940.758
Alagoas 3.101.616 89,87 349.692 10,13 3.451.308
Bahia 14.289.143 90,11 1.567.888 9,89 15.857.031
Ceará 8.289.102 88,75 1.051.218 11,25 9.340.320
Maranhão 4.974.206 93,61 339.334 6,39 5.313.540
Paraíba 3.821.143 90,34 408.590 9,66 4.229.733
Pernambuco 9.721.991 89,05 1.195.249 10,95 10.917.240
Piauí 3.047.676 91,56 280.998 8,44 3.328.674
Rio Grande do Norte 3.580.101 88,84 449.617 11,16 4.029.718
Sergipe 2.168.408 87,68 304.786 12,32 2.473.194
Região Sudeste 84.290.110 77,07 25.083.899 22,93 109.374.009
Espirito Santo 3.326.424 77,25 979.484 22,75 4.305.908
Minas Gerais 18.464.298 77,57 5.339.276 22,43 23.803.574
Rio de Janeiro 16.432.661 75,68 5.280.438 24,32 21.713.099
São Paulo 46.066.727 77,36 13.484.701 22,64 59.551.428
Região Sul 27.029.353 77,22 7.974.404 22,78 35.003.757
Paraná 10.549.025 79,99 2.639.718 20,01 13.188.743
Rio Grande do Sul 10.410.994 73,75 3.705.403 26,25 14.116.397
Santa Catarina 6.069.334 78,84 1.629.283 21,16 7.698.617
Região Centro-Oeste 17.859.686 84,06 3.387.839 15,94 21.247.525
Distrito Federal 4.573.454 80,91 1.078.942 19,09 5.652.396
Goiás 7.105.228 87,27 1.036.137 12,73 8.141.365
Mato Grosso 3.388.188 84,61 616.053 15,39 4.004.241
Mato Grosso do Sul 2.792.816 80,96 656.707 19,04 3.449.523
Região Norte 15.995.750 90,55 1.669.704 9,45 17.665.454
Acre 730.109 89,7 83.841 10,3 813.950
Amapá 765.248 90,66 78.849 9,34 844.097
Amazonas 3.477.284 88,7 443.087 11,3 3.920.371
Pará 7.280.725 91,98 634.526 8,02 7.915.251
Rondônia 1.842.521 89,7 211.505 10,3 2.054.026
Roraima 430.398 89,65 49.680 10,35 480.078
Tocantins 1.469.465 89,73 168.216 10,27 1.637.681
Total 198.168.285 81,81 44.063.218 18,19 242.231.503

Mercado

O quadro a seguir apresenta o market share do serviço móvel no Brasil.

Participação das empresas
Holding Número de acessos Participação (%)
Vivo 71.553.600 29,54
Tim 64.083.149 26,46
Claro 60.379.502 24,93
Oi 45.484.082 18,78
CTBC 653.905 0,27
Sercomtel 77.265 0,03

Os terminais 3G*  (banda larga móvel) totalizaram, em 2011, mais de 41,1 milhões de acessos, o que representa um crescimento de 99,31% no ano (eram 20,6 milhões em 2010). Veja na tabela a seguir a participação de cada tecnologia no mercado.

Acessos móveis por tecnologia
Tecnologia Total Participação (%)
GSM 199.517.351 82,37
WCDMA 33.240.409 13,72
Terminais de Dados 7.873.996 3,25
CDMA 1.599.747 0,66

Ranking da Teledensidade por área de registro

A maior teledensidade por área de registro é verificada no código 71 (cuja principal cidade é Salvador), onde existem 191,2 acessos por grupo de cem habitantes.

Ranking de densidade por Código Nacional
Ranking Unidade da Federação Área de Registro Cidade principal Acessos por 100 Habitantes
1 ° BA 71 Salvador/BA 191,2
2 ° DF**   61 Brasília/DF 178,66
3 ° SP 12 São José dos Campos/SP 154,05
4 ° GO 62 Goiânia/GO 150,42
5 ° SP 11 São Paulo/SP 149,86
6 ° SP 19 Campinas/SP 147,54
7 ° MG 31 Belo Horizonte/MG 144,35
8 ° RS 51 Porto Alegre/RS 141,46
9 ° AM 92 Manaus/AM 141,25
10 ° MS 67 Campo Grande/MS 140,54
11 ° RJ 22 Campos dos Goytacazes/RJ 139,2
12 ° RS 53 Pelotas/RS 138,81
13 ° SC 48 Florianópolis/SC 138,58
14 ° PR 41 Curitiba/PR 138,26
15 ° CE 85 Fortaleza/CE 137,66
16 ° MT 65 Cuiabá/MT 136,31
17 ° RJ 21 Rio de Janeiro/RJ 136,19
18 ° SP 13 Santos/SP 133,76
19 ° PE 81 Recife/PE 133,63
20 ° RO 69 Porto Velho/RO 132,05
21 ° SP 16 Ribeirão Preto/SP 130,84
22 ° SC 47 Joinville/SC 130,47
23 ° ES 27 Vitória/ES 127,99
24 ° MG 34 Uberlândia/MG 127,65
25 ° AP 96 Macapá/AP 126,16
26 ° SP 15 Sorocaba/SP 125,15
27 ° GO 64 Rio Verde/GO 125,13
28 ° RJ 24 Volta Redonda/RJ 124,98
29 ° SP 17 São José do Rio Preto/SP 124,53
30 ° RN 84 Natal/RN 123,65
31 ° SP 14 Bauru/SP 123,42
32 ° TO 63 Palmas/TO 121,97
33 ° MG 37 Divinópolis/MG 121,75
34 ° RS 54 Caxias do Sul/RS 119,59
35 ° PR 45 Foz do Iguaçu/PR 119,19
36 ° SP 18 Presidente Prudente/SP 118,18
37 ° PI 86 Teresina/PI 118,17
38 ° PR 43 Londrina/PR 118,07
39 ° SE 79 Aracaju/SE 117,85
40 ° MT 66 Rondonópolis/MT 116,33
41 ° PR 44 Maringá/PR 115,98
42 ° AC 68 Rio Branco/AC 111,77
43 ° PA 91 Belém/PA 110,48
44 ° PA 94 Marabá/PA 110,42
45 ° PB 83 João Pessoa/PB 108,73
46 ° RR 95 Boa Vista/RR 106,87
47 ° MG 32 Juiz de Fora/MG 105,98
48 ° AL 82 Maceió/AL 105,51
49 ° PR 42 Ponta Grossa/PR 103,47
50 ° MG 35 Varginha/MG 103,44
51 ° RS 55 Santa Maria/RS 99,96
52 ° PR 46 Pato Branco/PR 99,73
53 ° SC 49 Chapecó/SC 94,49
54 ° ES 28 Cachoeiro de Itapemirim/ES 94,46
55 ° MG 38 Montes Claros/MG 92,66
56 ° MA 98 São Luís/MA 91,29
57 ° BA 73 Ilhéus/BA 88,44
58 ° PE 87 Petrolina/PE 87,52
59 ° BA 75 Feira de Santana/BA 86,48
60 ° CE 88 Juazeiro do Norte/CE 76,75
61 ° PI 89 Picos/PI 73,89
62 ° BA 77 Barreiras/BA 72,76
63 ° MG 33 Governador Valadares/MG 72,22
64 ° PA 93 Santarém/PA 65,7
65 ° MA 99 Imperatriz/MA 65,41
66 ° BA 74 Juazeiro/BA 65,26
67 ° AM 97 Coari/AM 33,05
*  O número indicado como banda larga móvel é o somatório das tecnologias WCDMA e os terminais de dados.
**  A Unidade da Federação DF contempla o Entorno da Unidade da Federação GO cujo o Código da Tarifação é 61.