Inicial » Mais notícias » Execução de projetos da Copa assegura legado à Anatel  

Mais notícias

Execução de projetos da Copa assegura legado à Anatel
06 de June de 2014

Dos 53 projetos da Anatel para a Copa do Mundo, 40 foram executados ou estão em execução, no valor de R$ 137,9 milhões. Nesses 40 projetos executados ou em execução, a Anatel conseguiu uma economia de 13% em relação ao caderno de orçamentos, que previa o investimento de R$ 158,4 milhões.

Os demais 13 projetos, estimados no caderno de orçamentos em R$ 12,6 milhões - estão em fase de preparação (em pré-licitação ou com licitação em andamento). Os investimentos para a Copa são relevantes porque consistirão em importante legado com vistas ao aperfeiçoamento das atividades da Agência, em especial no campo da fiscalização. Ou seja, trata-se de investimento em ativos permanentes, que serão incorporados pela Agência para o cumprimento de suas atribuições legais, em benefício da sociedade.

Em abril de 2012, Resolução do Grupo Executivo da Copa do Mundo Fifa de 2014 (Gecopa) previu a destinação de R$ 171,05 milhões, distribuídos entre os exercícios de 2012, 2013 e 2014, para a Anatel exercer suas atribuições durante o evento esportivo em especial a gestão do uso do espectro e o mapeamento de infraestruturas críticas de telecomunicações.

O planejamento inclui, para cada cidade-sede, estações de radiomonitoragem em pontos de interesse para a competição, como em estádios e aeroportos, além de equipamentos para testes de qualidade dos serviços móveis.

Veja mais detalhes sobre os projetos na página da CGU (Portal da Transparência) em http://www.portaldatransparencia.gov.br/copa2014/cidades/execucoesFinanceiras.seam;jsessionid=5A83EF5264B96E030DFCC687F2DD35DC.portalcopa?empreendimento=163.

Veja a Publicação sobre a Anatel e os Grandes Eventos Internacionais (PDF, 9520Mb) no link http://www.anatel.gov.br/Portal/documentos/sala_imprensa/6-6-2014--15h51min16s-resumo%20copa.pdf

Neste vídeo, realizado em parceria da Agência com a SECOM/PR, é possível ter uma noção mais concreta da ação da Anatel: http://www.youtube.com/watch?v=-EOEw7Xaocw

,

.

,

Destaques

Estação terrena da Agência para a monitoração e fiscalização das comunicações por satélites

Localizada no Rio de Janeiro, a estação é equipada com avançada tecnologia, incluindo, entre outras funcionalidades, a capacidade de identificação e pesquisa de interferências, análise de mercado de satélites, testes com novas tecnologias, realização de estudos de compatibilidade eletromagnética, id

O projeto é uma das ações da Anatel relacionadas aos grandes eventos internacionais e foi possível graças a investimentos da ordem de R$ 15 milhões. A Alcatel-Lucent foi a vencedora do pregão para o fornecimento dos equipamentos da estação terrena e pela montagem, instalação e integração, treinamento e garantia de pleno funcionamento. Essa é a primeira estação do gênero no hemisfério sul. Somente oito países têm este tipo de infraestrutura operada pelo órgão regulador.

A estação terrena da Anatel foi instalada na Ilha do Governador, na Estação de Rádio da Marinha, que também a utilizará, por meio de Acordo de Cooperação, para atividades com foco na Segurança Nacional. 

Saiba mais sobre a estação
Com os novos recursos, o Brasil terá condições de:
  • identificar interferências em comunicações por satélites geoestacionários, inclusive localizando com precisão a região onde se encontram as fontes emissoras que venham a prejudicar transmissões de televisão, rádio, de banda larga e de sistemas de controle de espaço aéreo via satélites.
  • avaliar a ocupação de posições orbitais e do espectro radioelétrico, além de identificar os satélites que estejam operando no Brasil.
  • identificar transmissões não autorizadas, sejam elas clandestinas ou por meio de estações terrenas não licenciadas, permitindo, ainda, a localização da região onde se encontram as estações nessas condições.
  • avaliar se os parâmetros técnicos autorizados no licenciamento de estações terrenas estão sendo rigorosamente obedecidos.
  • acompanhar migrações de tráfego entre satélites quando houver reposição de satélites em fim de vida útil por satélites novos, analisando se houve alguma degradação de desempenho.
  • firmar cooperação técnica internacional junto a outros países com vistas ao combate a interferências em satélites geoestacionários cujas posições orbitais sejam alocadas pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) a outros países e administradas por outros órgãos reguladores.
  • realizar testes de compatibilidade eletromagnética da recepção de sinais de satélites geoestacionários em relação a sistemas terrestres.
  • testar novas tecnologias, como, por exemplo, o Carrier ID para identificação de estações transmissoras, estudos de efeitos atmosféricos sobre comunicações por satélites e novas modulações.
  • utilizar o sistema de geolocalização para identificar transmissões e pesquisar a região de localização da estação transmissora que esteja localizada no mar.
  • monitorar e combater interferências em transmissões associadas ao controle de espaço aéreo no Brasil. ser utilizada como suporte na ativação ou manutenção de estações terrenas da Marinha.

SIEC

A Anatel implantou o Sistema de Segurança à Infraestrutura Crítica - SIEC. Foram mapeadas as estações das prestadoras de grande porte e provedores de centrais e de rede de acesso que atenderão as cidades sedes e subsedes da Copa do Mundo.

Com base em questionário para compor as informações necessárias para a Gestão de Riscos, as prestadoras responderam perguntas-chaves para cálculo do índice de risco de cada uma. Os dados são sigilosos. Serão tratadas, com cada prestadora, as necessidades de tratamentos para as vulnerabilidades. Quando se trata de Infraestrutura Crítica, o foco são as centrais, as quais possuem segurança física e lógica, bem como redundâncias.

Foram identificadas mais de 1100 estações, sendo 80 centrais e demais estações de rede de acesso.

Durante a Copa do Mundo, a Agência monitorará as redes com a presença de fiscais nos centros de gerência das prestadoras. Haverá acompanhamento remoto da performance das estações. Dados serão recebidos no SIEC relativos a qualidade, tráfego e interrupções. O sistema plotará tais dados e alertas em mapas georreferenciados.

Analisadores de espectro em tempo real

Analisadores de espectro em tempo real

A Anatel conta com analisadores de espectro em tempo real. O equipamento permite o incremento na detecção de sinais provenientes de fontes não outorgadas, mesmo que os sinais variem rapidamente de frequência e tenham curta duração. Por meio dele também será possível identificar interferências nas operações de sinais outorgados e melhor documentar as medições para elaboração de laudos.

Além do analisador em tempo real, o aparelho ainda combina analisadores de sinais e de espectro de varredura, com todas as funções usuais. O equipamento também permite a automação da detecção de sinais não outorgados ou outorgados que excedam algum parâmetro legal e a análise de sinais presentes em todas as faixas outorgadas pela Anatel.

CNST

No momento, estão em andamento na Agência as atividades para implementação do Centro Nacional de Telecomunicações da Anatel, que funcionará na ala norte do 2° andar do bloco E, na Sede da Anatel em Brasília. A prioridade é a conclusão da sala de monitoramento, que contará com painéis de videowall para acompanhamento de desempenho e monitoramento de elementos de rede nas sedes e subsedes da Copa do Mundo 2014. A previsão é que o projeto esteja concluído em breve.

O Centro tem por objetivo fortalecer as atividades de acompanhamento e controle das redes e serviços de telecomunicações do País, além de disponibilizar um espaço destinado à promoção de informações, de transparência e excelência dos trabalhos da Agência, o que contribuirá para o aumento da eficácia regulatória

O projeto contempla uma sala de monitoramento, uma sala de apresentações, uma sala de reuniões e uma sala de coordenação. 

.

A Anatel na Copa

As ações da Agência mais diretamente relacionadas aos grandes eventos internacionais são voltadas para a administração eficiente do espectro de radiofrequências; 302 servidores foram destacados para trabalhar nas cidades em que haverá jogos, sendo que 280 fiscais irão a campo para fazer o monitoramento do espectro em diversos locais, abordar equipes de radiodifusão, acompanhar o desempenho das redes móveis e realizar vistoria nas estações de transmissão de satélite. Cada um dos 12 estádios receberá 16 servidores da Anatel.

O objetivo é prevenir qualquer emissão de radiofrequência irregular ou clandestina. Se constatado algum problema, a meta é interromper rapidamente sua fonte para garantir as transmissões da radiodifusão e os serviços de telecomunicações. Longe dos jogos, servidores da Anatel trocarão as televisões por telas de computador para acompanhar, em tempo real, o desempenho das prestadoras em sistemas informatizados. No comando desta operação, estará o gerente de Fiscalização, Thiago Botelho.

Telefones de contato da Agência para reclamações sobre interferências nos estádios da Copa 2014
Cidade Telefone da Anatel*
Belo Horizonte (31) 2014-5905
Brasília (61) 2014-5905
Cuiabá (65) 2014-5905
Curitiba (41) 2014-5905
Fortaleza (85) 2014-5905
IBC (Rio de Janeiro) (21) 2014-7579
Manaus (92) 2014-5905
Natal (84) 2014-5905
Porto Alegre (51) 2014-5905
Recife (81) 2014-5905
Rio de Janeiro (21) 2014-5905
Salvador (71) 2014-5905
São Paulo (11) 2014-5905

Para as atividades de fiscalização em campo, a Agência monta estruturas de apoio com analisadores de espectro, frequencímetros e drive-test no Media Center e na Tribuna de Imprensa com o objetivo de testar os equipamentos utilizados pelos radiodifusores e avaliar a cobertura do Serviço Móvel Pessoal (SMP) nos estádios. Os fiscais monitoram o espectro em diversos locais da Arena, vistoriam transmissores de microfones sem fio, retornos de áudio e microlink e uplink de satélite, além de equipamentos utilizados pelo árbitro e assistentes para comunicação durante o jogo.

A missão preventiva começa dias antes dos jogos, com o procedimento de teste e etiquetagem de equipamentos de telecomunicações para verificar as outorgas e garantir que a emissão de radiofrequência está de acordo com a homologação ou com os Atos de Uso Temporário de Radiofrequências (UTE). Este procedimento contempla todos os dispositivos sem fio, tais como: microfones sem fio (de mão e de lapela), câmeras sem fio, radiocomunicadores (HT) etc.

Todos os usuários que requisitam o uso temporário de radiofrequências têm que apresentar seus equipamentos para teste e etiquetagem. O procedimento é realizado no posto de controle da Anatel, localizado na área de Tecnologia da Informação de cada estádio. Os agentes da Anatel estão a postos para a realização de testes dias antes do jogo, conforme calendário já divulgado.

Até 3 de junho, haviam sido emitidos 126 Atos de Autorização de Uso Temporário de radiofrequência por conta da Copa do Mundo e outros cem pedidos estavam em processamento.

Cada estádio tem associada a si uma cor distinta para identificar equipamentos emissores de radiofrequências e permitir seu acesso ao local. Os dispositivos aprovados são marcados com uma etiqueta da cor específica do estádio, indicando que seu transporte e operação naquele local estavam autorizados.

A etiqueta "uso não permitido" é aplicada a todo equipamento que falha no teste de conformidade e que não pode ter a irregularidade sanada durante o período de testes.

As equipes de segurança dos estádio são instruídas a direcionar quaisquer pessoas operando um dispositivo de telecomunicações não etiquetado para a área de Tecnologia da Informação do estádio.

A equipe da Anatel é orientada a interceptar quaisquer pessoas operando equipamentos sem etiquetas, portando dispositivos com etiquetas associadas a outro estádio (cor incorreta) ou a etiqueta de uso não permitido (cuja operação era proibida).

O treinamento dos fiscais da Anatel para o desafio de atuar numa Copa do Mundo foi intenso. Os agentes trabalharam em jogos dos campeonatos estaduais, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro, Libertadores da América e Copa das Confederações. Estiveram presentes também no sorteio dos grupos da Copa do Mundo 2014, na Costa do Sauípe, Bahia, e em outros eventos da Fifa, bem como na Rio+20 e na Jornada Mundial da Juventude, entre outros eventos de grande porte.

Calendários de testes e etiquetagem
Belo Horizonte - Estádio Mineirão
09 a 13, 15, 16, 19, 20, 22, 23, 26, 27 de junho de 2014 das 10h às 17h
14, 17, 21, 24, 28 de junho de 2014 das 9h às 13h
06, 07 de julho de 2014 das 10h às 17h
08 de julho de 2014 das 10h às 17h
Brasília - Estádio Nacional
10 a 14, 17, 18, 21, 22, 24, 25, 28, 29 de junho de 2014 das 10h às 17h
15, 19, 26, 30 de junho e 05 de julho de 2014 das 9h às 13h
23 de junho e 12 de julho de 2014 das 10h às 17h
03, 04, 10, 11 de julho de 2014 das 10h às 17h
Cuiabá - Arena Pantanal
09 a 12, 15, 16, 19, 20, 22, 23 de junho de 2014 das 10h às 17h
13, 17, 21 de junho de 2014 das 10h às 18h
24 de junho de 2014 das 10h às 16h
Curitiba - Arena da Baixada
11 a 15, 18, 19, 21, 22, 24, 25 de junho de 2014 das 10h às 17h
16 de junho de 2014 das 10h às 16h
20 de junho de 2014 das 10h às 19h
23 de junho de 2014 das 9h às 13h
26 de junho de 2014 das 10h às 17h
Fortaleza - Estádio Castelão
09 a 13, 15, 16, 19, 20, 22, 23, 27, 28 de junho das 10h às 17h
14, 17, 21 de junho de 2014 das 10h às 16h
24 de junho e 04 de julho de 2014 das 10h às 17h
29 de junho de 2014 das 9h às 13h
02, 03 de julho de 2014 das 10h às 17h
Manaus - Arena da Amazônia
09 a 13, 16, 17, 20, 21, 23, 24 de junho de 2014 das 10h às 17h
14, 18, 22 de junho de 2014 das 10h às 18h
25 de junho de 2014 das 10h às 16h
Natal - Arena das Dunas
09 a 12, 14, 15, 17, 18, 22, 23 de junho de 2014 das 10h às 17h
13, 24 de junho de 2014 das 9h às 13h
16, 19 de junho de 2014 das 10h às 19h
Porto Alegre - Estádio Beira-Rio
10 a 14, 16, 17, 20, 21, 23, 24, 28, 29 de junho de 2014 das 10h às 17h
15, 22 de junho de 2014 das 10h às 16h
18, e 25 de junho de 2014 das 9h às 13h
30 de junho de 2014 das 10h às 17h
Recife - Arena Pernambuco
09 a 13, 18, 19, 21, 22, 24, 25, 27, 28 de junho de 2014 das 10h às 17h
14 de junho de 2014 das 10h às 22h
20, 26 de junho de 2014 das 9h às 13h
23, 29 de junho de 2014 das 10h às 17h
Rio de Janeiro - Estádio do Maracanã
10 a 14, 16, 17, 20, 21, 23, 24, 26, 27 de junho de 2014 das 10h às 17h
15 de junho de 2014 das 10h às 19h
18 de junho e 13 de julho de 2014 das 10h às 16h
22 de junho e 04 de julho de 2014 das 9h às 13h
25, 28 de junho de 2014 das 10h às 19h
02, 03, 10 a 12 de julho de 2014 das 10h às 17h
Rio de Janeiro - International Broadcast Center
A partir de 02 de junho de 2014 das 10h às 17h
Salvador - Arena Fonte Nova
09 a 12, 14, 15, 18, 19, 23, 24, 29, 30 de junho de 2014 das 10h às 17h
13, 20 de junho de 2014 das 10h às 16h
16, 25 de junho de 2014 das 9h às 13h
01, 05 de julho de 2014 das 10h às 17h
03, 04 de julho de 2014 das 10h às 17h
São Paulo - Arena de São Paulo
07 a 11, 17, 18, 21, 22, 24, 25, 29, 30 de junho de 2014 das 10h às 17h
12, 26 de junho e 09 de julho de 2014 das 10h às 17h
19 de junho de 2014 das 10h às 16h
23 de junho e 01 de julho de 2014 das 9h às 13h
07, 08 de julho de 2014 das 10h às 17h