Ir direto para menu de acessibilidade.

TV Digital

Presidente da Anatel recebe homenagem

Publicado: Sexta, 22 de Setembro de 2017, 09h39 | Última atualização em Quarta, 27 de Setembro de 2017, 16h03 | Acessos: 2807

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, recebeu  na noite desta quinta-feira (21.09), em São Paulo, o “Prêmio Abratel de Comunicação” pelo reconhecimento ao seu trabalho desenvolvido em prol da digitalização da Televisão Brasileira. A solenidade de premiação marcou a abertura do Congresso Abratel de Comunicação (Associação Brasileira de Rádio e Televisão), que discute o futuro do setor na era digital.

Durante seu discurso, Juarez Quadros, destacou a importante participação da Abratel no processo de “digitalização da TV brasileira, uma das melhores do mundo”. O trabalho envolve no país mais de 500 geradoras de TV e 13 mil retransmissoras.

A primeira emissora de TV surgiu em 1950, quando foi inaugurada a TV Tupi, na cidade de S. Paulo, com transmissão ainda em preto e branco. Em 1972, ocorreu a primeira transmissão pública a cores pela TV Difusora de Porto Alegre. Em 2007, foi feita em São Paulo a primeira transmissão digital.

O desligamento da TV analógica no país, com a ativação da TV digital é uma das principais políticas do Governo Federal para o setor de Comunicações dos últimos anos.

O Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais (GIRED) acompanha as atividades de todo o processo. O Grupo é presidido pelo presidente da Anatel e conta ainda com representantes do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), dos radiodifusores e das empresas de telecomunicações.

Cabe ao GIRED acompanhar, disciplinar e fiscalizar os trabalhos da Entidade Administradora do Processo de Digitalização (EAD), que também é responsável por distribuir os kits (conversor, antena e controle remoto) para recepção da televisão digital às famílias cadastradas em programas sociais.

A Abratel, uma das participantes do Gired, foi criada em março de 1999 e tem como objetivo “defender a radiodifusão no Brasil”. Ela integra ainda o Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional.

registrado em: