Ir direto para menu de acessibilidade.

Internacional

Ministro de Guiné Equatorial visita Anatel

Publicado: Quinta, 07 de Dezembro de 2017, 13h27 | Última atualização em Quinta, 07 de Dezembro de 2017, 15h40 | Acessos: 2448

Ministro de Guiné Equatorial visita Anatel

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, recebeu nesta quinta-feira  (07/12) o Ministro de Telecomunicações e Novas Tecnologias (MTNT) da Guiné Equatorial, Maximiliano Martín Meko Abeme. Ele e sua comitiva vieram ao Brasil para conhecer o funcionamento da agência reguladora e o processo brasileiro de digitalização da TV aberta. Participou ainda do encontro um representante do Ministério das Relações Exteriores (MRE) do Brasil.

Juarez Quadros explicou o papel da Anatel no setor de telecomunicações brasileiro, principalmente na implantação das políticas públicas do governo. Ele descreveu algumas ações para expansão dos serviços e melhoria da qualidade que estão sendo implantadas pelo órgão regulador.

TV digital

O secretário-executivo do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (GIRED) e superintende de Outorgas da Anatel, Vitor Elísio, fez uma apresentação da experiência do Brasil no desligamento do sinal analógico e a implantação da TV digital, que virou um case internacional.

O desligamento do sinal analógico nas regiões metropolitanas de  Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Curitiba (PR) está marcado para o dia 31 de janeiro do próximo ano. Outras capitais do Norte e Nordeste também  passarão pelo mesmo processo em 2018.

Associação de Reguladores

A Guiné Equatorial é um dos mais novos integrantes da Associação de Reguladores de Comunicações e Telecomunicações da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (ARCT-CPLP). Ela é um fórum permanente que tem como objetivo reforçar experiências no âmbito da regulação do setor das comunicações.

Além do Brasil, integram a ARCT os reguladores de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal,  São Tomé e Príncipe  e Timor-Leste.

registrado em: