Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Ministério das Comunicações publica portaria sobre TV digital

TV Digital

Ministério das Comunicações publica portaria sobre TV digital

Publicado: Segunda, 25 de Janeiro de 2016, 15h17 | Última atualização em Segunda, 28 de Novembro de 2016, 10h52

O Ministério das Comunicações publicou hoje a portaria 378, de 22 de janeiro de 2016, que estabelece novo cronograma para o desligamento da TV analógica e a nova campanha obrigatória dos radiodifusores para a divulgação do switch off.

As transmissões da TV analógica devem ser interrompidas em determinadas localidades para entrada em operação do serviço móvel pessoal em 700 MHz.

Em Rio Verde (GO), a cidade-piloto, o switch off está previsto para o próximo dia 15 de de fevereiro. A data original era 29 de fevereiro de 2014, mas o desligamento deixou de ocorrer porque não foi atingida a condição necessária: a conversão de 93% dos domicílios analógicos do município em digitais.

De acordo com o novo cronograma, a região do Distrito Federal e entorno terá transmissões interrompidas em outubro de 2016 (pelo calendário anterior, o desligamento ocorreria em abril).

As regiões de São Paulo, Belo Horizonte, Goiânia e Rio de Janeiro tiveram o desligamento transferido de 2016 para 2017.

O processo de digitalização total da TV aberta brasileira com a subsequente implantação do 4G LTE é coordenado pelo Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), presidido pelo conselheiro Rodrigo Zerbone.

Documento relacionado

Portaria 378, de 22 de janeiro de 2016

  

Como efetuar a conversão

As pessoas que visualizarem em suas telas os elementos da campanha obrigatória dos radiodifusores (previstos na portaria ministerial) devem tomar providências para continuar assistindo a TV aberta no formato digital.

Se a televisão é antiga, daquelas grandes, de tubo, será preciso trocá-la por uma nova ou adquirir um conversor de TV Digital e, possivelmente, uma antena apropriada, preferencialmente externa, até a data de desligamento do sinal analógico para garantir a recepção da TV digital.

Se a televisão é nova e contiver um conversor de TV Digital integrado, poderá ser preciso providenciar a antena adequada para a recepção neste formato, caso o domicílio ainda não tenha.

A grande maioria dos modelos mais novos de TV, ditos de tela fina (plasma, LCD, LED etc.), já possui um conversor de TV digital integrado, mas é recomendável consultar o manual do produto para ter certeza.

 

 

 

 

registrado em: