Ir direto para menu de acessibilidade.
>Legislação > Portarias Normativas > 2015 > Portaria nº 386, de 28 de abril de 2015


Portaria nº 386, de 28 de abril de 2015

Publicado: Terça, 28 Abril 2015 16:33 | Última atualização: Quinta, 30 Janeiro 2020 15:01 | Acessos: 1282
 

Altera a Portaria nº 937, de 14 de setembro de 2010.

 

Observação: Este texto não substitui o publicado no Boletim de Serviço em 28/4/2015.

 

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das competências que lhe confere o art. 35, inciso XII, do Decreto nº 2.338, de 7 de outubro de 1997, c/c art. 133 do Regimento Interno da Anatel, aprovado pela Resolução nº 612, de 29 de abril de 2013,

CONSIDERANDO o Processo judicial nº 1720-31.2015.4.01.4100, em trâmite na 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado de Rondônia, e o Processo judicial nº 0001555‑81.2015.4.01.4100, em trâmite na 20ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal;

CONSIDERANDO deliberação tomada por meio do Circuito Deliberativo nº 2.284, de 23 de abril de 2015;

CONSIDERANDO o constante dos autos do Processo nº 53500.003887/2014-27,

RESOLVE:

Art. 1º Adequar a nomenclatura ao novo Regimento Interno, dessa forma, onde se lê Gerência Geral de Talentos e Desenvolvimento Organizacional – ADTO, leia-se Gerência de Administração e Desenvolvimento de Pessoas – AFPE e onde se lê ADTO, leia-se AFPE.

Art. 2º Dar nova redação aos incisos I e II do art. 2º da Portaria nº 937, de 14 de setembro de 2010, que passam a vigorar com a seguinte redação:

“I - banco de vagas: é o registro das vagas disponibilizadas, em instrumento específico, para movimentação de servidores devidamente cadastrados, conforme ordem de classificação, entre as unidades federativas;”

“II - banco de vagas específico: é o registro das vagas disponibilizadas para cada uma das Unidades da Anatel, em instrumento específico, para movimentação de servidores devidamente cadastrados, conforme ordem de classificação, sem mudança de unidade federativa;”

Art. 3º Dar nova redação aos incisos II, III e V e § 2º do Art. 7º da Portaria nº 937, de 14 de setembro de 2010, que passa a vigorar com a seguinte redação:

“II - para a efetivação da remoção, o servidor lotado em qualquer das unidades organizacionais da Anatel deverá manifestar interesse para concorrer com os demais inscritos para o mesmo cargo, formação e opção de lotação;”

“III - em caso de disponibilização de vagas em mais de uma unidade da federação, inexistindo servidor interessado na vaga disponibilizada em primeira opção de unidade federativa de lotação, será convocado o primeiro classificado, conforme segunda opção de lotação indicada e, após, pela terceira opção;”

“V - a Administração optará pela realização de remoção, remanejamento ou ambos, de acordo com a necessidade de alocação de pessoal e a busca de melhor adequação do perfil profissional às necessidades da Agência.”

“§ 2º A Agência poderá adotar procedimento simplificado de remoção ou remanejamento, ambos por permuta, mediante a indicação de uma localidade de interesse pelo servidor, utilizando-se como critério classificatório o previsto no inciso I do artigo 8º desta Portaria, observadas as regras procedimentais estabelecidas em edital específico, a necessária correlação dos perfis dos servidores em relação às atividades relativas às lotações pleiteadas, bem como a manifestação de que trata a alínea a, inciso III, do art. 16 desta Portaria.”

Art. 4º Incluir o § 3º ao art. 7º da Portaria nº 937, de 14 de setembro de 2015, com a seguinte redação:

“§ 3º Para fins do disposto no § 2º deste artigo, em caso de empate, serão aplicados os critérios estabelecidos nos incisos II a IV do artigo 8º, sucessiva e individualmente, até que se desfaça o empate.”

Art. 5º Dar nova redação ao caput e aos incisos I e III do art. 10 da Portaria nº 937, de 14 de setembro de 2015, que passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 10 As vagas disponibilizadas para Banco de Vagas serão divulgadas pela SAF antes da seleção dos interessados, sendo responsabilidade do servidor:”

“I - ao efetuar o cadastro, indicar sequencialmente até 3 (três) opções, entre as vagas disponibilizadas, obedecendo ao cargo e formação estabelecidos para a vaga pleiteada;”

“III - confirmar o seu interesse na movimentação para a unidade de destino pleiteada, no prazo de 5 (cinco) dias, a contar da publicação do resultado no Boletim de Serviço. A não manifestação do servidor dentro do prazo estabelecido implicará na sua desistência tácita, procedendo-se a convocação do candidato subsequente.”

Art. 6º Fica revogado o inciso V do art. 10 da Portaria nº 937, de 14 de setembro de 2015.

Art. 7º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

 

JOÃO BATISTA DE REZENDE

Presidente do Conselho

 

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de Serviço e a Política de Privacidade da Anatel.